Justiceiro a 8 de Agosto de 2011 às 05:24
Quanto a ter namorado e casado com um não crente, já lhe respondi no comentário anterior. Mas deixou-lhe ficar mais esta citação da Sentinela de 15/09/82, pág. 30-1, último parágrafo, e observe como a organização se apropria com exclusividade da Palavra de Deus ao dizer: "Mas, e se uma Testemunha de Jeová planeja desrespeitar o conselho de Deus e casar-se com alguém que não é Testemunha baptizada? A menos que haja algum motivo excepcional, os irmãos da congregação não desejarão celebrar tal união desigual. Tampouco seria o Salão do Reino colocado à disposição para o casamento. É cedido para casamentos de dois cristãos baptizados que se casam ´somente no Senhor´. Ou pode às vezes ser usado por duas pessoas que servem regularmente a Deus como parte da congregação, e que se baptizarão em breve. Por não permitirem que uma Testemunha de Jeová, que planeja ‘colocar-se em jugo desigual com um incrédulo’, use o Salão do Reino, os anciãos congregacionais podem salientar a seriedade do conselho de Deus de casar-se ´somente no Senhor´". Mas como bom ateu informado que sou, fica aqui mais dois pequenos textos bíblicos para que medite neles: 1 Coríntios 7:39 e 2 Coríntios 6:14, 15. Como vê, desobedeceu a mais uma ordem…

Sobre a proibição de processar outra Testemunha de Jeová, mais uma vez o famoso livro "Prestai Atenção a Vós Mesmos e a Todo o Rebanho" página 139, revela: “Certas disputas entre irmãos não devem ser levadas aos tribunais, mas devem ser resolvidas em harmonia com o conselho de Jesus, em Mateus 18:15-17. (Seção 5 (b) p. 108)” (…) “Em algumas disputas, um irmão neutro, ou os anciãos, pode(m) actuar como árbitro(s). Se uma pessoa desconsidera a Palavra de Deus neste assunto, isso pode afectar seus privilégios congregacionais”.
Palavras para quê…

Futebol: Nosso Ministério do Reino de Junho de 1994, pág. 2, diz: "Mantenhamos o conceito equilibrado sobre o futebol. Palestra entre dois anciãos sobre pontos apropriados na Despertai! de 8 de Maio de 1991, páginas 10-12, e de 22 de agosto de 1991, páginas 8-9. Salientem os princípios bíblicos pertinentes. Em vista da proximidade duma nova Copa do Mundo, precisamos controlar nosso espírito quanto a desejar ser o número um ou acompanhar de perto os muitos jogos e/ou seus escores. Manter o equilíbrio inclui também não negligenciar as mais importantes actividades espirituais, nessa época em que muitos concentram a mente no esporte."

A Sentinela de 15 de Fevereiro 2009 a respeito de participar em actos fúnebres diz o seguinte: “Certos costumes relacionados com velar os mortos, celebrações e aniversários fúnebres, sacrifícios aos mortos e rituais de viuvez são todos impuros e desagradam a Deus porque têm a ver com o ensino não-bíblico e demoníaco de que a alma ou espírito não morre. (Eze. 18:4) Os cristãos verdadeiros ‘não podem participar da “mesa de Jeová” e da mesa de demónios’, de modo que rejeitam esses costumes. (1 Cor. 10:21) Obedecem à ordem: ‘Separai-vos, e cessai de tocar em coisa impura.’ (2 Cor. 6:17) Assumir essa posição, porém, nem sempre é fácil”.

Diz ainda A Sentinela 15/03/75, página 190: (…) “O verdadeiro cristão não pode com boa consciência juntar-se ou participar em quaisquer orações ou actos religiosos de que sabe que são contrários ao ensino bíblico. Nem está interessado em ver quão perto pode chegar aos actos apóstatas sem ultrapassar a linha de demarcação. Ele tem a obrigação de acatar a ordem bíblica: ´Não vos ponhais em jugo desigual com incrédulos. Pois, que associação tem a justiça com o que é contra a lei? . . . Ou que quinhão tem o fiel com o incrédulo? ‘Portanto, saí do meio deles e separai-vos’, diz Jeová, ‘e cessai de tocar em coisa impura’." — 2 Cor. 6:14-17 Mais uma vez desobedeceu a uma ordem do Corpo Governante ao assistir ao funeral do seu tio…

Justiceiro a 8 de Agosto de 2011 às 05:28
Barba: Não há uma proibição escrita, expressa, mas as publicações sempre põem o uso de barba por varões Testemunhas (a partir de 1916, após a morte de Russell – que usava barba) sob luz desfavorável. Faz isso ao relatar experiências de homens que mudaram sua aparência para "melhor" por recorrerem ao padrão de cortar suas barbas ao se tornarem Testemunhas. (Veja A Sentinela de 15/02/76, pág. 116, par. 9, A Sentinela de 15/02/75, pág. 125, A Sentinela 15/05/78, pág. 22, etc.). Por ser vista de modo negativo nas publicações, a barba no padrão mundial das Testemunhas hodiernas, não é usada pela maioria esmagadora de seus membros. Eles sabem que poderão não atingir "privilégios de serviço" por causa do uso de barba, além do que, sentir-se-ão como "estranhos no ninho". Já alguma vez viu uma Testemunha de Jeová de barba? Eu não!

Como compreenderá, refutar todos os seus ilusórios “argumentos”, requer tempo, tempo esse que não possuo. Espero que tenha compreendido que ao contrário de si, consigo provar as minhas afirmações, mas não me é possível consagrar muito mais tempo a esta matéria. Também não acredito que esteja interessada em saber se tudo o que escrevi é verdade ou mentira, pois todas as Testemunhas de Jeová são formatadas a não acreditar em nada que vá contra as suas doutrinas. Apenas está a tentar “limpar a imagem” das bondosas Testemunhas de Jeová. Mas queira perceber, que não fui eu que “sujei” essa imagem que vocês gostam de passar…

Se lê-se mais as publicações da Torre de Vigia (quando digo ler, falo em raciocinar sobre o que está escrito), verá que muita coisa não faz sentido e que muitas são as contradições por parte daqueles que se dizem “orientados por Deus” (o Corpo Governante). Responderei apenas a sua afirmação de que não é proibido ler matéria que vá contra os dogmas da seita e que as duvidas são bem aceites.

A Sentinela 01/11/84, pág. 32, a organização proíbe a leitura de outros artigos, e, além disso, acusa a literatura de outras denominações religiosas de disseminação do "erro ou conceitos apóstatas". Lemos: "Portanto, é por usar de sabedoria e de respeito para com o conselho de Deus que as Testemunhas de Jeová não têm por hábito trocar valiosos compêndios bíblicos, que contêm a verdade da Bíblia, por publicações religiosas que disseminam o erro ou conceitos apóstatas."

A Sentinela de 1/4/1986, pág. 31 "A associação aprovada com as Testemunhas de Jeová requer a aceitação de toda a série dos verdadeiros ensinos da Bíblia, inclusive as crenças bíblicas singulares das Testemunhas de Jeová."

A Sentinela de 15/7/1983, pág. 22 "Evite ideias independentes...Como se manifestam tais ideias independentes? Um modo comum é questionar o conselho provido pela organização visível de Deus."

Na página 8 do “Nosso Ministério do Reino” de Setembro de 2002, os líderes das Testemunhas de Jeová ordenaram que encerrem quaisquer páginas da Internet que tenham sobre a religião. Dizem que os líderes das Testemunhas de Jeová são o "canal de comunicação" designado por Deus e dizem que só eles têm o direito de "determinar que informação deve ser divulgada" para as Testemunhas de Jeová.

Como vê, a cópula das Testemunhas de Jeová não lida bem com a informação, proibindo os seus súbditos aceder a outros conteúdos, mantendo assim os mesmos na ignorância e sobre total controlo. Tudo isso não passa de técnicas básicas de manipulação mental usadas na maior parte das seitas.

Tenha um bom dia e queira por favor aceitar um conselho: tente saber mais sobre o passado da “religião” que professa, e verá que não lhe contaram tudo.
Volte sempre.