deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 05.04.12 às 00:08link do post | | | favorito

 

“Se Deus existisse, duvido que ele fosse capaz de odiar alguém,

Duvido que ele sequer permitisse que usassem o seu nome 

Como desculpa para a intolerância, para o preconceito

Para semear ódio e discórdia

Para esconder os seus medos

Para camuflar um ódio que, no fundo, é da própria pessoa....

Se Deus existisse, duvido que ele gostasse de homens agindo feito debilóides,

Caindo e rolando no chão,

Só para se sentirem especiais,

Para se sentirem “tocados por Deus”...

Se Deus existisse, duvido que ele gostasse de ver o homem tão crédulo,

Tão ingênuo, tão facilmente enganado,

E com essa tendência horrível de querer se manter no erro,

Não importando as evidências...

Se Deus existisse, duvido que ele fosse surdo

Ou se impressionasse com gritarias e histerias,

Duvido que ele gostasse de atitudes tão infantis....

Se Deus existisse, duvido que ele permitisse que uma única vida,

Uma única vida que fosse,

Matasse ou morresse em seu nome...

Se Deus existisse, duvido que ele gostasse de ver pessoas a aproveitar-se da inocência e ingenuidade de crianças,

Ele não permitiria que elas fossem exploradas dessa maneira torpe...

Sim, se Deus existisse

Seria tudo tão diferente...”



Autor desconhecido

 

 

 

 


deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 29.12.11 às 21:41link do post | | | favorito

Obrigado menino Jesus, foste muito atencioso com a prenda que me deste neste Natal. Já tinha lido, mas não importa, vou voltar a lê-lo e depois irá para um lugar especial na minha estante.

 

Tu ao menos não és como o teu pai, uma desilusão.

 

 

 



deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 31.03.11 às 02:00link do post | | | favorito

 

 

Hoje ao abrir a minha caixa de e-mail, deparei-me com uma “linda” mensagem que me deixou a pensar…  Fiquei contente em saber que os anjos existem e que podem muito bem ser os meus amigos (alguns são uns anjinhos, mas isso é outra história!) mas sem a parte que caracteriza essa espécie divina: as asas! Estou deveras feliz por me comunicarem que amanhã, precisamente as 11:09 (porque não as 11h10? Não sei, coisas de anjo, que não tem mais que fazer e gosta de ser mesquinho ao ponto de até implicar com os minutos!), algo "maravilhoso" me irá acontecer. Mais fascinado fiquei ao saber que deus (o mail não diz qual) tem estado atento às minhas lutas e que brevemente as mesmas irão chegar ao fim… E esta, heim!? Será que me vai sair o Euro-milhões (o que eu acho pouco provável porque não jogo)? É que para eu deixar de lutar, a casa tem de estar paga, os meus filhos deixarem de comer, não precisar de roupa para vestir, ter electricidade de borla, água gratuita, ser sócio da Galp, etc etc… Basicamente, deixar de viver! Portanto ou é o Euro- milhões, ou não estou a ver um milagre a ocorrer… Quanto ao resto do conteúdo do e-mail, não vou comentar, porque pérolas destas não merecem comentários! Mas ainda há aqueles crentes que enviam os mesmos para toda a sua lista, na esperança, sei lá, de uma vida melhor! E o que acontece? Nada. Mas aqui fica:

 


Anjo da Guarda

“Repasse esta mensagem no mesmo dia que a receber. Pode parecer ridículo, mas faça-o. Acreditamos  que algo está para acontecer. Os anjos existem. Só que às vezes eles não  tem asas e você os chama de "amigos". Você é um deles!
Algo maravilhoso vai acontecer a você e aos seus amigos!
Amanhã às 11:09 h da manhã  alguém vai te escrever e te dizer algo que você está esperando  ouvir.
Deus tem visto suas  Lutas 
Deus diz que elas estão chegando ao fim 
Uma bênção está vindo em sua direcção 
Se você crê em Deus, por favor envie esta mensagem para 20 amigos 
Dentro de 4 minutos te darão uma  notícia.”



Quero aproveitar para deixar uma pequena mensagem a esse deus que parece que está preocupado comigo:

 Senhor Deus (até ponho maiúscula para veres que não estou a brincar), preocupa-te em fazeres o Teu trabalho, ou seja NADA, e deixa que eu desenrasco-me bem sem ti… Se porventura quiseres finalmente dar um ar da Tua graça, olha cá para baixo e verás que tens muito que fazer e que muitos estão a padecer injustamente… Não te peço grandes manifestações ao estilo “7 pragas do Egipto”, nem nenhum daqueles milagres que tanto gostas de te vangloriar na bíblia, fazendo de ti um Deus Poderoso… Como Tu bem deves saber (já que pareces ler os nossos pensamentos), eu como mero humano imperfeito, faço muito melhor do que Tu. Pelo menos EU tento fazer TUDO para proporcionar felicidade aos meus filhos, procuro protegê-los de qualquer mal, e NUNCA os abandonaria por motivo algum. Sabes porquê ó Deus “Todo-Poderoso”? Porque os amo (ao contrario de Ti). Se amasses a Tua criação (os Teus filhos), não permitirias todo o sofrimento que muitos humanos atravessam… No mínimo, do alto da Tua “grandiosa bondade”, olhavas para as crianças, esses Seres indefesos, e não consentias as incontáveis crueldades infligidas às mesmas (algumas em Teu nome…). Bem sei que irás dizer que estamos a pagar por Adão e Eva terem pecado e por te terem desobedecido. E agora pergunto-te: quantos milhares de anos serão ainda precisos para que finalmente vejas que talvez tenha chegado a hora de por um fim a todo esta dor que Tu mesmo criaste? Teremos nós humanos, culpa alguma de que um homem e uma mulher, há milhares de anos atrás te tenham desrespeitado? Tu que és dono de uma sabedoria infindável, aliás, Tu és A Sabedoria, Tu que vês tudo e prevês o futuro (Isaías 46: 9 e 10), não sabias desde o início que a Tua criação Te decepcionaria? Como ainda foste capaz de os criar sabendo todo o caos que 2 humanos iriam gerar? Como Ser perfeito, não conseguiste encontrar outra solução a não ser o sofrimento para toda a humanidade? Se realmente existisses, não passarias de um Ser cruel e bárbaro… Ainda não consigo perceber como há quem Te venere, mas já se sabe como é o homem… imperfeito e ingénuo. Mesmo com todos os seus defeitos, ainda acredito na única espécie capaz de fazer alguma coisa por nós: nós mesmos.

 

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 12.12.10 às 19:47link do post | | | favorito

Sempre fui ensinado a acreditar em algo superior a nós, numa divindade suprema que zela pelo bem de toda a humanidade.

Todo e qualquer Ser humano deveria ter algum tipo de crença, no mínimo admitir a existência de um qualquer deus, fosse ele de que confissão fosse... Depois (infelizmente muito depois), verifiquei que acreditar num Ser Todo-poderoso, além de não fazer sentido, não fazia de mim melhor pessoa...

 

sinto-me:

mais sobre mim
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

31


pesquisar
 
PlanetaPortugues: O motor de busca de Portugal
nº de visitas da freguesia
encerramos ao Domingo
quantos fregueses andam por aqui agora
tradutor
subscrever feeds


.

Assista ao documentário

"O Mundo Perfeito de Jeová"

clicando em baixo