amulherdotalhante a 17 de Novembro de 2009 às 16:01
Tens toda a razão, eu como um belo exemplo dessa gerção revejo-me em tudo o que escreveste. Lembro-me de andar a brincar com os meus primos durante as INTERMINÁVEIS férias de verão, em que os passtentos favoritos eram dar banhos de mangueira às galinhas porque "coitadas devem estar cheias de calor", trepávamos à laranjeira do quintal e içávamos a mais nova com uma corda, construíamos cabanas com tábuas cheias de pregos (sujeitos a furarmos um olho!!!), andávamos descalços o dia todo, bebiamos água do poço e chegavamos ao final do dia tão encerdidos que era preciso ficar de molho na banheira para tirar a terra toda do corpo...
Bons tempos, agora os putos acham que o fiambre nasce no supermercado e que o frango no churrasco nunca na vida pôde já ter sido uma galinha...
VIVAM OS COTAS

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres