deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 21.03.10 às 19:03link do post | | | favorito

Charles Darwin abalou o mundo quando disse que os Seres humanos descendiam dos primatas. Foi há 200 anos atrás que ele nasceu. O impacto das suas ideias ainda hoje se fazem sentir.


“Creation” é uma adaptação para o cinema do livro “Annie`s Box”, que foca o conflito entre a ciência e Deus. O filme teve estreia internacional em Setembro do ano passado, mas ainda não tem data prevista de exibição nas salas de cinema portuguesas. Nos papéis principais encontramos Jennifer Connelly e Paul Bettany. Enquanto a actriz interpreta o papel de esposa de Darwin, o actor dá vida ao próprio criador da teoria da evolução.


O filme tem como ponto de partida o livro de Randal Keynes. Keynes trata dos conflitos provocados pelas ideias revolucionárias de Darwin no seio da sua própria família, especialmente com a sua mulher, Emma, detentora de fortes convicções religiosas.


Keynes é um descendente directo de Darwin (bem como de outro génio, o economista John Maynard Keynes), e sua obra apresenta uma visão muito pessoal. O título do livro refere-se a uma caixa que Keynes encontrou com vários objectos de uma das filhas de Darwin, Annie, inclusive uma mecha dos seus cabelos e o mapa da sua campa. A morte precoce de Annie, aos 10 anos, é considerada por muitos biógrafos o evento que mais profundamente abalou a fé cristã de Darwin.


Desde sua volta da viagem do Beagle em 1836, Darwin tinha já a certeza de que uma interpretação literal da Bíblia era incompatível com os factos não só da biologia, mas também da geologia. Mas nada disto impugnava a sua crença na benevolência divina, ainda que esta agisse por meio de Leis Naturais, e não pela intervenção directa e constante por via de milagres.

 

Veja o trailer aqui

 

 

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 18.03.10 às 15:01link do post | | | favorito

       Ontem pela décima quinta vez (acho eu!), tornei a ver o filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulin”. Não me canso de apreciar os feitos da doce Amélie. E se todos os humanos tivessem o dom de perceber as pequenas necessidades dos outros e se importassem mais com o próximo? Talvez vivêssemos num mundo melhor...

Filme espectacular com uma Banda Sonora fantástica assinada: Yann Tiersen. A não perder.

 

tags: ,
sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 18.03.10 às 14:03link do post | | | favorito

       Trocas-te? É pouco! Um homem que antes das eleições diz uma coisa e agora passado alguns (poucos) meses vem com um discurso totalmente diferente, não era “Trocas-te” mas sim “Mentiroso”.

 

 

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 17.03.10 às 14:24link do post | | | favorito

 

       Quem atribui a carta de condução a essas pessoas que chamam de... mulheres!? Não é por nada, mas isto de por uma pessoa do sexo feminino à frente de um volante, é mais que perigoso! Nem todas tem essa aptidão nata do homem, que é conduzir um veículo automóvel. Reconheço que algumas (uma ínfima minoria, das quais a minha gaja faz parte!) até mostram um certo jeito para a prática da condução, mas essas mesmas nunca andam para os meus lados… Quem é que ensina uma “croma” a parar subitamente, enfiar a marcha atrás e tentar estacionar o carro sem se preocupar se estou mesmo logo ali, colado ao pára-choques? Depois era ver a “senhora” sair do automóvel (muito calmamente) e perguntar:

Então? O senhor estava distraído? Não me viu a dar o pisca? Olhe por acaso não tenho nada?” O que é esta merda? Pensei eu.

Ó minha senhora, isto não é dar os piscas, e vir logo para trás. E os espelhos retrovisores, para que servem?”

Resposta da anormal: “Eu estaciono aqui todos os dias e é sempre assim que faço.Pensei logo: esta gaja é maluca!

Olhe mais vale chamar a policia e está feito.” Retorqui. “Não se importa de ligar que eu esqueci-me do telemóvel em casa?”

Só ali é que verifiquei até que ponto a fulana padecia de uma grave deficiência mental!

Diz ela: “eu não ligo. Só tenho 1 euro e trinta no meu telemóvel e não quero gastar o meu saldo”.

A primeira coisa que me ocorreu, foi estoirar-lhe com a cabeça… Só podia estar a gozar comigo. O que fazer? Era tarde, tinha de levar o meu filho ao infantário e queria ir trabalhar (não é que me apetecesse muito!).

Olhe, eu tiro-lhe a matricula e depois dou noticias. Agora se não se importa, tire o carro que eu quero ir embora”.

Não é que a mongolóide, não se arrumou… Bem aí o tom já não foi tão cordial. Tinha o meu filho dentro do carro aos berros, estava a pedir a deficiente para se arrumar e a gaja ainda estava a gozar? Depois de muita insistência e passado uns bons cinco minutos sem ela querer chamar o 112 (que é gratuito!), não me contive:

Ou arrumas essa merda, ou ligas para o 112, ou passo-te por cima. Escolhe?”

Remédio santo. Alguém tem de ser processado por dar a carta de condução a mulheres assim. Pior ainda: quem deixa conduzir uma gaja destas que ainda por cima é deficiente mental? Fica a pergunta, mas não estou a espera de resposta!

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 17.03.10 às 13:00link do post | | | favorito

 

       Num qualquer mundo paralelo...

Estas boas novas do reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações; e então virá o fim.” Mateus 24:14

       Tenha medo, tenha muito medo (é essa a intenção!)!


deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 11.03.10 às 10:56link do post | | | favorito

 

       Para quando a morte do último deus? Eu acredito que a religião será extinta quando nós aprendermos a sermos melhores, para que as nossas sociedades possam viver num mundo onde todos teremos os mesmos pensamentos, e não teremos medo de viver num inferno qualquer para toda a eternidade.

 

 

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 10.03.10 às 19:22link do post | | | favorito

       Encontrei a alguns dias atrás este vídeo sobre a Ilha da Madeira. O documentário é do programa “Biosfera” da RTP 2. O mais interessante é o ano em que foi “para o ar”: 2008. Nessa altura parece que alguém já anunciava o que se iria passar dois anos depois. Alguém anda a mentir e creio que não são os intervenientes desta reportagem. Gostei de ouvir o Dr. Alberto João Jardim numa entrevista qualquer a um jornalista responder à pergunta: “De quem é a culpa de tal tragédia?” Com o seu ar de superioridade naquele tom que lhe é próprio, dando sempre a sensação que não teme nada nem ninguém, respondeu: “É minha não? A culpa é da natureza.” Mas será mesmo assim? Quem autorizou construções desenfreadas em locais onde se sabe à partida que os mesmos são de risco? Eu não fui!
Como sempre nada acontecerá a esse senhor (nem a esse, nem a nenhum outro), pois em Portugal a culpa morre solteira.

 

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 09.03.10 às 11:08link do post | | | favorito

 

       Depois de muito lamento, parece que finalmente voltou o sol. É que vendo bem as coisas, isto de acordar e deitar com o tempo cinzento, dá cabo da moral a um qualquer cristão (mesmo que esse não acredite em Cristo!)! Tudo isto para dizer o quê? Fácil. Não sei muito bem porquê, mas este blogue embora seja visitado por muitos homens, nunca esses deixam ficar aqui um comentário (ou quase nunca). Talvez seja alguma fobia dessa raça, o medo do verdadeiro macho que é aqui o Talhante, e convenhamos, nenhum homem que se preze, gostaria de encarar com o Justiceiro (o verdadeiro!)! O que é que isto tem a ver com o sol? Nada. Mas apeteceu-me! Mas toda esta conversa tem um propósito... Como quem escreve aqui quase sempre é do sexo feminino, queria pedir as meninas que visitassem, e porque não, deixassem um comentário nesse blogue especialmente dedicado a esse bicho complexo (e estranho!) que é a mulher! O blogue é da minha amiga (e noiva!) Graça, que está agora a começar a vida nestas andanças da blogosfera... Portanto, a todas as mulheres que por aqui passam e aquelas que regularmente deixam aqui umas postas de pescada, por favor, visitem lá o blogezinho da rapariga, que por acaso até é interessante! A morada é esta:

http://fondueparadois.blogspot.com/

Obrigado e um bem haja a todas!

tags:
sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 08.03.10 às 19:00link do post | | | favorito

 

       Coitadinho do senhor… o que vale é que agora está tratado de tantas maleitas! Desconhecia que Deus também curava essa grave doença que é o travestismo! Mas valeu a pena tanto sofrimento, pois agora foi promovido (sabe-se lá por quem) a profeta e hoje em dia está bem na vida graças a alguns quantos imbecis.

 

 

    

sinto-me:

deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 06.03.10 às 16:43link do post | | | favorito

       É do conhecimento de todos os leitores deste blogue, que nutro um especial carinho pelas Testemunhas de Jeová e principalmente pelas leis inquisidoras dos mesmos. Embora não deixem ficar aqui nenhum comentário, este blogue é visitado por alguns que se dizem os únicos representantes de Deus na terra. É para eles que hoje deixo ficar aqui este vídeo com uma breve história do passado da organização que se auto intitula de “divinamente inspirada”...

A todos os meus clientes habituais aqui do Talho, uma vista de olhos a este pequeno vídeo, não fará mal nenhum e um pouco de história (não confundir com histórias, que é o que a todos os Jeovistas dizem!), nunca fez mal a ninguém!

 


deixar comentário
publicado por Justiceiro, em 05.03.10 às 20:03link do post | | | favorito

 

       Pois é, ando sem vontade para escrever. Não sei se é impressão minha, mas parece que não devo de ser caso único. Acho que o tempo é o culpado de tudo isto. Há quantos dias é que não se contempla o sol? Foram várias as vezes que acordei e pensei: “é hoje que vou deitar abaixo aquele blogue”. Sinceramente ainda não sei se o faço ou não… Na impossibilidade de descarregar as minha “frustrações” do dia-a-dia em alguém, a minha vontade é apagar aqui o desgraçado e “viver” (!) apenas dos comentários nos blogues de outros. O pior é que nem aí tenho vontade de escrever…

Como se costuma dizer na minha terra: ando com uma rebarba! Não é que seja obrigado a escrever frequentemente, mas ter um blogue a monte faz-me confusão. Já que arqueei com esta “responsabilidade”, há que lhe dar saída! Mas valha-me deus (um qualquer!), não tenho vontade… E agora, que faço? No mínimo, que venha sol… e rapidamente.

sinto-me:

mais sobre mim
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
15
16
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


pesquisar
 
PlanetaPortugues: O motor de busca de Portugal
nº de visitas da freguesia
encerramos ao Domingo
quantos fregueses andam por aqui agora
tradutor
subscrever feeds


.

Assista ao documentário

"O Mundo Perfeito de Jeová"

clicando em baixo